30/01/2018

Rapa do Tacho, minha sobrinha caçula, que para nós sempre será nosso amorzinho, Tábatha Bento Batista, comemorou seu aniversário semana passada. Minha pitucha Fashion é uma danadinha inteligente e autêntica e gosta de moda como o tio e rock também, mais diferente de mim, é boa de matemática como ninguém, afinal é engenheira. Para ela, desejo que todos os seus sonhos se realizem!
Amiga querida que tenho no mais alto nível de consideração, a renomada advogada Maiza Rodrigues trocou de idade nesta segunda. Ela é o tipo de pessoa envolvente e cativante. Nesta foto na Galinhada do Rick com os amigos de sempre Rogério Moreno, Brexó, Kênnedy, Lili, Beia e Josiane Caldeira
Enquanto estava fazendo esta página, ouvindo a música da nossa mais nova cantora, Bárbara Zidome. Seu novo CD, que sua orgulhosa mãe Cristina veio me trazer, está realmente esplêndido. Ela veio de São Paulo para fazer o marketing do disco. Um trabalho dos mais profissionais, com direção artística e produção fonográfica de Wilson Gava e produção musical de Thiago Mart e Wilson Gava. Esta minha amiga vai longe! Parabéns pelo belíssimo material!
Sala Vip
*Só se fala em Carnaval, afinal a festa mais popular do Brasil faz com que esqueçamos todas as tristezas e problemas. Farra e pegação à parte, é para os fortes, que aproveitam esta festa para extravasar com alegria, fantasia e muita música. Para os fracos que não gostam da  folia, coitado!!! Enfim, em Montes Claros neste ano, mais uma vez os foliões já organizaram seus blocos, que se encontrarão em pontos estratégicos para se divertir. Quem sabe, desta vez, o Carnaval ressurja por aqui.
*Em Belo Horizonte, como ano passado, os  blocos caricatos prometem muita diversão. Já recebi alguns convites de amigos que lá residem e o que se espera é que mais uma vez famílias inteiras se reúnam para aproveitar a festa. A Prefeitura de Belô organizou um programação especial e lugares estratégicos reunirão os  blocos como na Praça da Savassi e Praça da Estação. Os que resolveram passar a festa de momo por lá, podem ter certeza que vai ser uma boa opção.
*Como estamos falando de Carnaval, O Grupo de Apoio à Prevenção e aos Portadores de Aids (Grappa) vai realizar uma campanha de “Pré-Carnaval” em pontos estratégicos de Montes Claros com o intuito de levar informações e prevenir as pessoas que forem curtir a mais importante festa do calendário brasileiro com segurança e livre do HIV/Aids, Sífilis, hepatite e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s). Infelizmente, o que estamos vendo é que cresce cada vez mais adolescentes e jovens infectados com o vírus. De 5 a 9, os pontos escolhidos, serão as BR’s que cortam o norte de Minas, além do Terminal Rodoviário, Aeroporto, Mercado Central, Shopping Popular, Praça Dr Carlos e Praça Coronel, além de barzinhos e boates da cidade.
*A Unimontes anuncia o investimento de R$ 400 mil na aquisição de 2,2 mil novas carteiras escolares. A melhoria atenderá os cursos de graduação e de pós do campus-sede e dos demais campi. Cerca de 1,5 mil móveis já existentes também passaram por recuperação completa. Os recursos são do Governo do Estado.
*No dia 4 de fevereiro a Santa Casa de Montes Claros realiza a missa de posse do novo capelão, Padre Anderson Aguiar. Será ás 9 da manhã. Obrigado pelo convite!
*Entre os aniversariantes dos últimos dias estão o impagável jornalista Eduardo Brasil, Georgino Júnior, Linton Batista, Wagner Gomes, Bárbara Zidome, Emerson Cardoso, Liege Rocha, Pávio Miranda, Gracilda Ferraz e Gilmar Caldeira.
Chique até na praia né Gláucia Ladeia? Em Alagoas.
Já Maria da Salette Mendonça foi relaxar em Itacaré.
Belíssimo ensaio fotográfico de Vivi e Eduardo Maia, na Serra da Piedade.
Lucinha Lima é mesmo uma mulher guerreira, intensa e de bem com a vida. Neste fim de semana esteve em festa, pois recebeu sua filha Aline e o maridão Luciano com os netos e amigos que residem atualmente em Colatina no Espírito Santo, além dos amigos mais chegados para comemorar seu aniversário. Como ela mesma diz, não é de bom tom ficar perguntando idade para mulher. O fato é que a idade não passa para ela e está sempre jovial e bonita. A comemoração foi em sua residência, com churrascada, cervejada e dricks variados, com show musical de Bruno e Fabiana Lima, afinal, o  casal Lucia e Jessé são do Samba e Bossa. Tudo perfeito em uma noite memorável! À esta minha amiga amada, desejo muita saúde e vida longa!
Em 2018, o Grupo Folclórico Banzé, de Montes Claros, completa 50 anos de existência. A comemoração será marcada por uma série de eventos, incluindo um grande show e lançamentos de documentário e de um livro sobre a história do grupo. As atividades vão envolver também a comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).
A participação da Unimontes nas comemorações do cinquentenário da companhia de danças folclóricas foi discutida em reunião realizada nessa quarta-feira (24/1), entre o presidente do Grupo Folclórico Banzé, Gustavo Colares, e a pró-reitora de Extensão, professora Jussara Maria de Carvalho Guimarães. Contou também com a presença do coordenador de Extensão Cultural, professor Igor Coimbra Rocha.
“A Unimontes faz parte da história do Grupo Banzé, que esteve vinculado à Universidade. Na comemoração dos 50 anos do Banzé, vamos unir as forças das instituições de nossa cultura para resgatar a história desse grupo. A participação da Unimontes nesse processo é fundamental”, afirmou Gustavo Colares, assinalando que as festividades vão acontecer durante um ano – maio de 2018 a maio de 2019.
Ele lembrou que o Grupo Folclórico Banzé surgiu em 1968, dentro do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez, criado pela professora Maria José Colares Moreira (Zezé Colares), com o objetivo de estimular seus alunos a conhecerem mais sobre o folclore e a história da música. O grupo – que, inicialmente, chamava-se “Bandinha da Zezé” – tornou-se um grande divulgador das tradições e da cultura brasileira, participando e recebendo premiações em festivais internacionais de folclore.
Por meio de convênio, o Banzé também passou a ser vinculado à Unimontes. Por um período, o seu acervo foi guardado no prédio do Museu do Folclore (atual Centro de Pesquisa e Documentação Regional), na Rua Ângelo de Quadros, no Bairro São José.
Durante a reunião, realizada no prédio da Reitoria, Gustavo Colares, que é neto de Zezé, ressaltou que o Grupo Banzé está inserido diretamente na cultura e na história de Montes Claros nos últimos 50 anos, contribuindo para a divulgação do nome da cidade no Brasil e no exterior. Ele destacou que o grupo tem um rico e diversificado repertório de danças e músicas folclóricas, que resultam de pesquisas e refletem a riqueza das tradições do Norte de Minas e de outras regiões brasileiras. Lembrou, ainda, que ex-integrantes do Banzé ganharam destaque na carreira musical. Citou como exemplos, os músicos Tino Gomes, Yuri Popoff e Marcelo Godoy.
PROJETO EDUCATIVO
O presidente do Grupo Banzé disse que, ao completar 50 anos, além de resgatar a história, a companhia de danças folclóricas pretende reforçar as ações educacionais voltadas para a divulgação da cultura e das manifestações folclóricas junto ao público infanto-juvenil. Uma das estratégias é fazer essa divulgação por meio de histórias em quadrinhos, tendo como personagens figuras do folclore como os catopês das centenárias Festas de Agosto de Montes Claros – que constituem uma das mais importantes fontes de inspiração do repertório musical e das danças do grupo.
Outra meta é a realização de apresentações e oficinas destinadas a crianças e adolescentes, com o objetivo de promover a difusão cultural. Uma proposta em discussão é que, por intermédio dos seus projetos de extensão, a Unimontes poderá contribuir nessa ação, envolvendo os professores e acadêmicos dos seus diversos cursos.
FESTIVAL INTERNACIONAL – Durante o encontro na Reitoria, foi anunciada por Gustavo Colares a realização da 11ª edição do Festival Internacional de Folclore de Minas Gerais como parte integrante das comemorações dos 50 anos do Grupo Banzé. O evento deverá acontecer em maio de 2019, no encerramento da programação comemorativa do cinqüentenário. Além do apoio da Unimontes, os organizadores estão em busca de outros parceiros, a fim de viabilizar o Festival por meio da Lei Federal (Rouanet) e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.
Na oportunidade, a pró-reitora Jussara Guimarães enfatizou que a Unimontes é compromissada com a preservação, a promoção e o incentivo à cultura regional e às manifestações populares. Desta forma, a Universidade está aberta a participar e contribuir efetivamente com as comemorações dos 50 anos do Grupo Banzé.
Ficou acertada a realização de uma nova reunião com o reitor João dos Reis Canela, com a participação de representantes de outros setores da gestão superior e de departamentos da Universidade, a fim de oficializar a parceria e definir os detalhes das atividades comemorativas do cinqüentenário do Grupo Banzé. O encontro deverá acontecer na segunda quinzena de fevereiro.
Hospital Universitário Clemente de Faria
realiza procedimento inédito pelo SUS
Com a proposta de ampliar os benefícios às pacientes do Norte de Minas e das demais regiões de abrangência, especialmente na aplicação de técnicas inovadoras e eficientes em assistência à saúde, o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF/Unimontes) é a primeira unidade de saúde de Montes Claros a oferecer, 100% via SUS, o procedimento de Histeroscopia Diagnóstica e Cirúrgica.
A técnica para diagnóstico consiste em um exame feito com sedação simples, para monitoramento e observação direta do interior do útero e a melhor identificação de possíveis patologias. Para tal, é utilizado um histeroscópio, aparelho com câmera para exame da cavidade uterina.
Já a Histeroscopia Cirúrgica é um procedimento menos invasivo, realizado por meio de vídeo, pela cavidade vaginal e uterina, sem cortes. Em algumas situações, a técnica pode ser aplicada como alternativa para diminuir a incidência de histerectomia, cirurgia para retirada do útero em casos como a retiradas de miomas intracavitários, pólipos, septos intrauterinos, restos placentários intrauterinos, biópsias de endométrio, entre outros.
Até o momento, seis mulheres já foram submetidas ao procedimento, que é realizado desde o dia 11 de janeiro último.
De acordo com o ginecologista e obstetra Laércio Fonseca Costa, responsável pela realização do procedimento, a Histeroscopia, por se tratar de uma cirurgia sem cortes, com menos sangramento e tempo cirúrgico reduzido, traz diversas vantagens às pacientes.
“A utilização da nova técnica proporciona a recuperação mais rápida, com o retorno às atividades de rotina em um tempo mais curto, além de pouca dor pós-operatória e a preservação uterina, haja vista que o útero retirado de forma desnecessária leva a complicações futuras, como prolapso genital, queda de bexiga e dificuldades conjugais”, explica.
O médico ressalta ainda a importância da incorporação do procedimento ao atendimento ginecológico do Hospital Universitário, que, a partir de agora, tem a capacidade de melhorar a assistência prestada pelo SUS, aliando tecnologia de ponta e agilidade à garantia de saúde e qualidade de vida para as pacientes.
Dr. Laércio Fonseca Costa e sua equipe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation