03/02/2017

PARA REFLETIR

SERTÃO GERAIS E IRAPÉ

LEGENDA

NOVOS DIRETORES DO CIRCUITO TURÍSTICO LAGO DE IRAPÉ

O Circuito Turístico Sertão Gerais recebeu, esta semana, parecer técnico renovando a sua Certificação, para alegria de toda a sua diretoria e associados. O Sertão Gerais engloba os municípios de Capitão Enéas, Glaucilândia, Itacambira, Juramento, Montes Claros, Olhos-D`Água, Patis e São João do Pacuí.  E por falar em circuito, o Circuito Turístico lago  de Irapé promoveu, nesta semana, a eleição da sua nova diretoria para o biênio 2017-2019. A eleição aconteceu na cidade de Lagoa dos Patos. Circuito Turístico Lago de Irapé é composto pelos seguintes municípios: Botumirim, Chapada do Norte, Cristália, Curral de Dentro, Fruta de Leite, Grão Mogol, Lagoa dos Patos, Leme do Prado, Novorizonte, Santo Antônio do Retiro, São João da Lagoa, Turmalina, Vargem Grande do Rio Pardo e Veredinha.

MINAS RECEBE

A Setur – Secretaria de Estado de Turismo, vai iniciar o ciclo 2017 do projeto Minas Recebe, que tem por finalidade apoiar a comercialização dos serviços e produtos oferecidos pelas agências e operadoras de turismo receptivo – que recebem turistas de outros estados e países. A inscrição poderá ser feita entre 10 e 25 de fevereiro, mediante preenchimento do formulário online disponível em www.turismo.mg.gov.br e envio de toda a documentação para minasrecebe@turismo.mg.gov.br. Para se candidatarem ao projeto as agências ou operadoras de turismo receptivo devem, obrigatoriamente, trabalhar com a comercialização de roteiros em Minas Gerais, bem como possuir site, blog ou rede social que divulguem informações atualizadas sobre o turismo mineiro, dentre outros requisitos técnicos.

 

VISITAS SUSPENSAS

Considerando o atual surto de febre amarela na região leste de Minas Gerais, os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo suspenderam a visitação no Parque Nacional do Caparaó por um período de quinze dias, a partir do dia 03 / 02, prorrogável por igual período. Tal medida visa salvaguardar a saúde dos visitantes, da população em geral e também  proteger a biodiversidade, tendo em vista o risco de contato de humanos com os agentes transmissores da doença no interior daquela Unidade de Conservação. O Parque Nacional do Caparaó abriga o terceiro pico mais alto do país, o Pico da Bandeira.

FRENTE DA GASTRONOMIA

LEGENDA

A INTERNACIONAL BERNADETE GUIMARÃES, MAIS UMA VEZ BRILHANDO NA CRIAÇÃO DA FRENTE DA GASTRONOMIA NORTE MINEIRA

 

Foi criada, recentemente, a Frente da  Gastronomia  Norte de Minas Gerais, iniciativa da coordenadora executiva da  Frente da Gastronomia MG, Nathalia Farah, juntamente com a consultora  gastronômica, a chef Bernadete Guimarães. Alinhada à diretoria executiva da Frente de Gastronomia Estadual, que é coordenada pela SETUR – Secretaria de Estado do Turismo, a região norte mineira ganha força e destaque, caminhando junto à Frente da Gastronomia Mineira, ganhando novos valores que e stão sendo cuidadosamente observados e valorizados pelo Estado. O diretor técnico da Fecitur – Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais, Eduardo Oliveira, está apoiando e direcionando esta ação, valorizando assim, tantos caminhos percorridos, muito estudo dos amantes da culinária regional. Conforme Bernadete Guimarães, “a gastronomia é o resgate do patrimônio culinário, é símbolo de uma identidade que implica formas de perceber e expressar um modo ou estilo de vida particular de um povo e do seu modo de viver, do seu “dicumê”. O Turismo agradece!

TURISMO CULTURAL

FOTO: SÉRGIO MOURÃO

Montes Claros é a maior cidade do Norte de Minas Gerais. Cidade que serve como referência para uma região composta por mais de 100 outros municípios, considerada terra da arte e da cultura, se orgulha dos filhos ilustres que apresentou ao Brasil e ao mundo, dentre eles os imortais da Academia Brasileira de Letras Cyro dos Anjos e Darcy Ribeiro. Apesar de todo esse histórico, o município deveria, há pelo menos oito anos, estar inserido no Sistema Nacional de Cultura, o que sinaliza o seu interesse em aprimorar sua gestão cultural. O Sistema Nacional de Cultura é um processo de gestão e promoção das políticas públicas culturais, implementado de forma colaborativa, democrática e participativa entre os três entes federados: União, estados, municípios e a sociedade civil organizada, com o objetivo de promover o desenvolvimento humano, social e econômico por meio do pleno exercício dos direitos culturais. Segundo o Secretário Municipal de Cultura, João Rodrigues, a principal meta da Secretaria nesse primeiro momento, será efetivamente se inserir no Sistema Nacional de Cultura e para isso, necessariamente, deverá haver uma mudança de paradigma quanto à atuação da pasta. Um novo modelo de gestão, pautado na honestidade, lisura, transparência e oportunidade de acesso a políticas públicas culturais será implementado. Por meio de editais, a Secretaria promoverá e incentivará a participação de agentes culturais locais e ainda qualificará e formará uma rede consistente de produção artística. O Secretário destacou ainda que a implantação do Sistema Municipal de Incentivo à Cultura vai organizar a demanda dos projetos culturais passíveis de serem patrocinados e apoiados pelo município e, mais, fará com que os produtores culturais da cidade, aqueles que nunca acessaram o poder público, possam ser apoiados financeiramente, acabando com os privilégios e apadrinhamento dos poucos que conseguiam alcançar a Prefeitura de Montes Claros. João Rodrigues ressaltou ainda que a possibilidade de repasse de recursos e captação por meio da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet, uma vez inserido no Sistema Nacional de Cultural, permitirá ao município as condições para investir na manutenção dos seus espaços culturais e promoção de seus próprios eventos. As propostas culturais serão submetidas à apreciação do Conselho Municipal de Cultura, órgão colegiado criado para tal finalidade e, uma vez aprovadas, receberão via Fundo Municipal de Cultura, de acordo com o Edital em que foram selecionados, recursos para a realização de seus projetos. O primeiro edital sairá ainda em março e os recursos – 1,5% da arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), dentre outros – serão destinados aos projetos selecionados e referendados pelo Conselho Municipal de Cultura em seu objetivo de democratizar os seus acessos.

FINALIZANDO

Vem aí o TROFÉU IMPRENSA, evento que movimenta o trade estadual, sob o comando do competente jornalista Aurélio Vidal. E por falar em Aurélio, queremos manifestar nossa solidariedade a ele e a todos os moradores do bairro Major Prates que tiveram de desistir dos festejos de comemoração do aniversário de 59 anos daquele bairro que é considerado “uma cidade dentro de uma cidade”. A falta de sensibilidade da Prefeitura de Montes Claros, sempre parceira orçamentária do tradicional evento, acabou enfraquecendo a festa, que esquenta o Turismo de Eventos anualmente. Lastimável!